O Contato Extraterrestre

Palestras sobre

Experiências de Contato e Expedições

Era meados de 1976, com 12 anos de idade, quando tive a minha primeira experiência de contato extraterrestre.  E como se eu já não estivesse considerando um dia literalmente fenomenal para uma criança, na mesma noite ao adormecer, realizei de forma involuntária, minha primeira saída do corpo totalmente lúcida com os mesmos seres extraplanetários.

Nessa idade, jamais tinha ouvido falar sobre Projeção Astral, Viagem Astral, ou Experiências extra corpórea enquanto dormimos. Mas de extraterrestres sim, através de filmes e desenhos. Costumava gostar de olhar as estrelas durante a noite, principalmente no sítio do meu pai, que fica na cidade de Santa Isabel, SP. E foi numa noite dessas, com céu limpo e estrelado, que resolvi ficar olhando e contemplando a magnitude daquele universo. De repente,  apareceram alguns objetos não identificados, como pequenas luzes, do tamanho de estrelas grandes e luminosas se mexendo e fazendo zigue zagues, círculos, desenhos geométricos, acendendo flashes do tamanho de lua cheia...pude contar umas 12 ao mesmo tempo.

A lembrança mais importante dessa noite, foi a minha sensação ao presenciar essas luzes: eu sabia que existia algo mais no Universo além de mim, de nós, da Terra. Que nos queriam  bem e tinham conhecimento da nossa existência!

Permaneci ali vidrada, até que sumiram por completo após alguns minutos. Retirei-me para meu quarto. Estava vislumbrada, feliz e ao mesmo tempo muito pensativa sobre o que tinha vivenciado.  Mal sabia que ainda não tinha terminado. Tão logo adormeci, despertei com uma sensação de paralisia física, querendo me mexer, porém sem sucesso. Na sequência, me vi fora do meu corpo físico, e senti que estava sendo atraída para fora de casa. Era uma sensação forte e difícil de explicar. Fui puxada por uma luz forte, clara e luminosa para dentro de uma nave, me encontrando com dois seres altos,  de aspecto humanoides.

A única mensagem que eu consegui trazer em minha memória foi transmitida por um deles através da telepatia. Que eu não me preocupasse, pois eram meus amigos extraterrestres e que no futuro, voltariam a me contatar.

Se por um lado a experiência que vivenciei parecia, de tão fantástica, um sonho ou filme de ficção, por outro mostrava-se real demais para ser ignorada.

Era fato que, com um segundo fenômeno (de projeção astral) de natureza diferente mas totalmente correlacionado e concomitante à ocorrência do contato, algo muito especial e não aleatório ocorrera em minha vida. Despertou em mim o desejo e a motivação de investigar a fundo e ir mais além. No futuro eu entenderia que começara ali, a minha jornada.

 

Aqueles eventos deram início a um processo que redirecionou a bússola de minha vida. A incessante busca ao auto conhecimento, cujo alicerce principal escora-se no aprimoramento interior, combinada com a experiência do contato com Seres muito mais avançados tecnológica e espiritualmente que o Seres Humanos, fariam subir lentamente as cortinas que separam o palco terrestre vivido pela maioria das pessoas que habitam nosso planeta, dos bastidores de uma realidade muito mais ampla que imaginamos.

No melhor entendimento desta obra, está cada vez mais claro para mim que, essa nova realidade representa muito mais do que o camarim de nossas vidas: protagoniza e dirige o nosso processo evolutivo na Realidade Universal.  

Convido você para fazer parte desse compartilhamento de vida, experiências e autoconhecimento!

Liliane Moura

Para saber sobre as palestras, acesse a minha agenda.

  • Facebook
  • Instagram
  • YouTube